© 2017 Due Cuori in Italia
duecuoritalia@gmail.com
Criado por Carolina Lopes - Identidade Visual
Caricatura da marca: Zeco Rodrigues
Política de Comentários
Assisi - Italia

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

SIGA DUECUORITALIA

As primeiras notícias com os pés e a alma em Perugia

28 Sep 2017

No dia 15 de setembro, às 7h18, desembarquei no Aeroporto di Fiumicino (Roma). A viagem foi ótima e sem turbulências (graças a Deus!)

Tinha início um novo momento das nossas vidas, minha e do Ricardo: Due Cuori in Italia chega à sua terra natal (mesmo tendo sido gestado e parido no Brasil).

 

Dessa vez, sozinha nesse mega aeroporto que eu já havia frequentado em outras vezes (a última, em fevereiro desse ano), fiquei tensa mas tudo correu bem. O nível intermediário da língua italiana, sem duvidas, faz toda diferença. O desembarque foi rápido e logo já estava na esteira de bagagens para pegar minhas duas pesadas malas. Se eu estivesse com as 3 que havia pensado, teria problemas porque os carrinhos de bagagem estavam todos em uso e eu não conseguiria sair do lugar. A dica é: trazer o que consegue carregar.

Assim que pude, liguei para o Ricardo pelo whatsapp (santa tecnologia!). No Brasil eram quase 3 da manhã e ele disse que estava me esperando. Tinha "acompanhado" minha viagem pelo site Flightaware, um rastreador de vôos bem legal para os mais preocupados. 

Conversamos rapidamente mas o suficiente para vivenciar a intensidade da distância e a importância da decisão que havíamos tomado.

 

A primeira coisa que deveria fazer era comprar um chip para estabelecer contato. Em nossas pesquisas verificamos que no aeroporto era possível comprar um chip pré pago a 10 euros mas a historia não é bem essa. As operadoras nos aeroportos vendem chip para turistas ou seja, tem um custo fixo, e o chip mais barato custa 35 euros. O vendedor me orientou que seria melhor eu adquirir um plano definitivo, já que iria fixar residência na Itália.

 

Mesmo assim é uma boa opção para quem vem a turismo e necessita de um um chip de forma fácil e rápida. Você paga, instala e já sai falando e usando a internet. E quem não quer gastar pode usar o wifi do aeroporto, hotéis, restaurantes. Sempre fizemos assim e deu certo.

Faltava ainda seguir para Perugia e as opções de transporte público eram trem ou ônibus.

Como já tínhamos pesquisado no site da Trenitalia, não havia trem direto entre o aeroporto e Perugia. Nessa situação, sozinha e com duas malas (64 kg!), trocar de trem seria uma roubada.

Saí do Terminal 3 (desembarque internacional) e aguardei o ônibus da empresa Sulga, que seguiria até Assis, com parada em Perugia. Comprei o bilhete diretamente com o motorista (17 euros) e embarquei pontualmente às 9h para mais uma pequena viagem.

Às 12h45 cheguei na Stazione Piazza Partigiani, em Perugia, onde o nosso amigo Piero já me esperava com um caloroso abraço e um sorriso largo; uma acolhida tipicamente siciliana, apesar de estarmos na Umbria.

 

Começava assim o meu primeiro dia em solo italiano. Muito cansada, feliz e, ao mesmo tempo, ansiosa pelo que ainda estaria por vir.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload