© 2017 Due Cuori in Italia
duecuoritalia@gmail.com
Criado por Carolina Lopes - Identidade Visual
Caricatura da marca: Zeco Rodrigues
Política de Comentários
Assisi - Italia

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

SIGA DUECUORITALIA

O sistema de saúde na Itália. Como é?

7 Feb 2018

Demoramos para falar sobre o assunto porque queríamos primeiro reunir o maior número de experiências que tivemos por aqui e não apenas informações. 

 

É Importante dizer que nós sempre tivemos bons planos de saúde no Brasil e tivemos o privilégio de morar em cidades maiores com uma razoável estrutura de atendimento. Porém, sabemos que esse padrão não se repete em muitos municípios e, em muitos deles a situação é caótica.

 

Quem acompanha o blog e conhece nossa história sabe que eu (Cris) preciso fazer exames a cada seis meses e logo tomei as providências para que isso fosse possível. 

Com a tessera sanitaria (carteira de saúde) em mãos, escolhi um médico de família e fui fazer minha primeira consulta. É ele quem te encaminha a um especialista. Caso contrário, ele mesmo faz o acompanhamento para a resolução de alguns problemas de saúde.

Aqui, tive a seguinte experiência:

 

Fiz um trabalho pesado de pintura pra colocar tudo em ordem no apartamento e economizar 600 €. Começei a sentir formigamentos nas mãos e na linha do pescoço. O médico de família me encaminhou para realizar um exame e o resultado mostrou uma inflamação do túnel do carpo e um pinçamento na coluna. O médico que realizou o exame colocou no laudo que eu deveria ser encaminhada para um ortopedista, porém o médico de família julgou que não era necessário e me receitou um anti-inflamatório.

 

Não tive escolha naquele momento e tive que fazer o tratamento que ele prescreveu. Ainda sinto choque nas mãos e retornarei ao médico de família para tentar a consulta com um ortopedista.

 

Se o médico de família julgar necessário a consulta com um especialista ou um exame você vai até a farmácia. Sim, as farmácias aqui não são "negócios", não pertencem à redes varejistas, não possuem grandes prateleiras com uma infinidade de medicamentos e, geralmente, levam o nome do doutor (a) responsável. Na farmácia marca-se a consulta ou exame que, em alguns casos, pode levar bastante tempo. Uma mamografia, por exemplo, pode demorar mais de 6 meses. 

 

Não é necessário pagar a consulta com o médico de família, mas especialistas e exames sim. Não são valores muito altos mas não é tudo de graça como muitos dizem por aí. Paguei as consultas na faixa de 20 € e entre os exames, o mais caro até agora custou 36 €. Isso porque aqui se paga conforme a renda e fui enquadrada na faixa salarial mais baixa que é a R1.

Se você quiser optar por um atendimento particular a consulta com um especialista, em média, custa entre 70 € e 200 € . 

 

E os valores dos exames particulares são:

Ultrassom - 50 € a 120 €

Papa Nicolau - 20 € a 40 €
Colonoscopia - 200 € a 650 €
Mamografia - 50 € a 80 €
Biopsia de exame histologico - 260 € a 600 €
Radiografia - 25 € a 150 €
Tomografia - 150 € a 900 €

Ressonância magnética - 150 € a 1.000 €

 

Em relação aos procedimentos, são bem diferentes do que estamos acostumados no Brasil. Isso não significa que seja ruim, é diferente. Esqueça avental, sapatinho, lençol para te cobrir na hora do exame. Você vai se despir na frente do médico e bora fazer o exame. 

Aqui não tem desperdício com materiais descartáveis. A limpeza, se você é do tipo muito exigente, não vai curtir.

 

Os medicamentos não são baratos. O Ricardo ficou resfriado por aqui e tivemos um gasto de quase 90 euros com xarope, inalação, comprimidos e pastilhas receitados pelo médico. Não venha desprevenido pensando que não é necessário pagar nada e que tudo custa pouco porque que não é bem assim.

Saber como as coisas funcionam causa menos espanto e desconforto. O importante é planejar e vir sem medo que você será atendido com a atenção necessária.

 

Uma coisa que achei interessante: recebi uma convocação para fazer um exame de HPV. Esse controle é realizado diretamente pelo sistema de saúde regional e segue um protocolo específico referente à idade, etc. Na carta já constava o dia, hora e local onde eu deveria realizar o exame.

 

Esse é um relato sobre a minha experiência até agora na Umbria. Porém, cada região da Itália tem seu serviço de saúde. Eis alguns exemplos:

UMBRIA: uslumbria1.gov.it/

VENETO: salute.regione.veneto.it/

LAZIO: salutelazio.it/

LIGURIA: www.liguriainformasalute.it/

CALABRIA: regione.calabria.it/sanita/

 

Deixaremos a nossa experiência com o pronto socorro para outro post. Até!

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload